Principais Tendências para o Sector em 2015 – Parte II

02/09/2015
SERRA.DA.ESTRELA5. Experiência do Utilizador

A experiência do utilizador é tão somente a ferramenta de humanização do Marketing Digital.

As audiências querem sentir-se envolvidas e participantes através de uma navegação que se quer intuitiva, fluida e dinâmica. A optimização de conversões estará sempre dependente de factores de usabilidade, tais como a velocidade de performance, a arquitectura de informação, a legibilidade, a cor e a imagem. Através de uma arquitectura robusta, um design claro, uma navegação intuitiva e conteúdo de qualidade, é um dado adquirido que as taxas de conversão do seu hotel em canal directo irão aumentar.

Uma forma interessante de verificar até que ponto a experiência do utilizador tem relação directa com o funil de conversões é o recurso a soluções de teste A | B. Identifique quais são as páginas que asseguram melhor performance tendo por base design claro e evolução de conteúdos, incluindo floating buttons, drop-downs, mensagens de marketing e banners.

FARO6. Presença Paga em Motores de Pesquisa

O factor crítico de sucesso de uma campanha paga assenta na sua capacidade de alcançe e exploração de canais diversos, sejam eles Facebook, Google, Yelp ou HotelFinder.

Assegure que aposta na sua marca, potencia a utilização de redes sociais e aloca o seu budget tendo em vista a conversão através de plataformas móveis. Promova mensagens adaptadas junto dos seus públicos-alvo e mantenha um foco constante na importância do ciclo de compra do consumidor.

7. Mensuração de ROI – Transversalidade

O ciclo de compra do consumidor está actualmente em fase de mutação, razão pela qual urge as empresas adaptarem os seus processos de análise e mensuração de ROI. Com o pico meteórico ao nível de pesquisas móveis e indicadores sociais, o funil de conversão não é de todo linear e o processo de decisão de compra pode acontecer a qualquer momento.

É importante que os hotéis estejam atentos ao mesmo e dirigam uma mensagem personalizada junto dos seus públicos-alvo. Fruto da inovação constante que se vem verificando em termos de Tracking Software, actualmente é possível atribui um ROI a qualquer canal. Ao ter uma ideia clara de qual o caminho percorrido até à conversão, poderá identificar o valor associado a cada momento de contacto.

JARDIM.PORTUGAL

8. Compreender o Ciclo de Compra do Consumidor

Nunca a velha máxima de que o consumidor é rei fez tanto sentido como nos dias de hoje. Seja no sector da hotelaria, turismo e lazer, ou em qualquer outra indústria ou área de negócio, os consumidores utilizam os motores de pesquisa, websites, canais oficiais de social media e avaliações online antes de planearem as suas viagens ou reservarem um quarto.

Esta é a principal razão pela qual o seu website deve estar optimizado tanto para pesquisas orgânicas como para pesquisas pagas; presente ao nível dos principais canais de social media e desenhado tendo em vista optimização de conversões. Ao estar presente em todas as fases do ciclo de compra do consumidor estará a assegurar uma vantagem competitiva face à concorrência.

Bruno Santos
Account Manager | HDS – Hotel Digital Strategy
bruno@hoteldigitalstrategy.com

Bruno Santos

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.