A Imagem é Chave – Parte II

03/31/2016

043.4. Salas de Reunião – Oferta Corporate

Quer o seu Hotel seja um destino de referência para a realização de casamentos ou disponha de uma variedade de salas de reunião e conferência, estes são aspectos extremamente importantes e que devem ser retratados; não haverá um único promotor de evento que se sinta confortável em realizar que iniciativa for sem ter uma ideia muito clara do espaço em questão.

3.5. Áreas Lúdicas | Envolvente Mediata

Pode apostar que todos os turistas (talvez com a exceção dos turistas de negócios) também estão à procura de atrações locais e outras atividades lúdicas, por isso é extremamente importante mostrar-lhes o que se encontra na envolvente mediata do Hotel, especialmente se o mesmo puder resultar em seu benefício enquanto argumento de promoção e atração.

4. Que Imagens Retratar?

Hoje em dia, uma das maiores tendências passa pela inclusão do Elemento Humano em todas as imagens e não podíamos concordar mais. Ao fazê-lo estará a estimular a imaginação do turista, que se retrata de forma quase instantânea nas “personas” apresentadas, começando a fantasias sobre as suas próprias férias.

Um dos maiores erros que continua a ser perpetuado pela grande generalidade da Indústria Hoteleira passa pela apresentação de imagens “vazias” e “sem vida” dos seus espaços e amenidades, aka… imagens de catálogo; por exemplo, um lobby ou restaurante vazio levanta uma série de questões subliminares: será que não há ninguém para me receber? ou, será que a comida e o serviço são tão maus que ninguém arrisca? Podem parecer cenários irrealistas, mas acredite que a sua importância é significativa.

Este é um tema interessantíssimo e seguramente voltaremos a ele de forma mais aprofundada em posts futuros.

5. Mais é Menos ou Menos é Mais?

Habitualmente a virtude está no meio, por isso não peque nem por defeito nem por excesso.

De acordo com estudos promovidos pelo Tripadvisor, listas com mais de 20 imagens provocam um engagement de 150%, em comparação com outras manifestamente mais reduzidas.

O mote “Uma Imagem Vale Mais Que Mil Palavras” não surgiu por mero acaso. O texto enquanto elemento de comunicação é dispensável e a imagem deve transmitir a mensagem do Hotel de forma clara e inequívoca, promovendo um incremento de reservas online.

6. Motores de Reserva

De acordo com estudos promovidos pelo Webhotelier, Hotéis com um número sólido e razoável de imagens de qualidade dos seus quartos e amenidades, têm uma taxa de conversão muito mais elevada do que outros com imagens de fraca qualidade e variedade reduzida.

7. Transversalidade Digital Sempre!

Assegurar que o seu Site Oficial está irrepreensível em termos de imagem nem está aberto a discussão, mas não se deve esquecer de que o mesmo deve ser transversal a todos os meios e canais digitais, por isso, assegure um controlo e atualização de imagem constantes.

Investir em fotografia de qualidade revela carácter, atitude e respeito pelo próprio negócio; já no caso de o mesmo não ser prioritário, existem sérias probabilidades de o potencial hóspede não se sentir confortável em “investir” o seu dinheiro no seu Hotel, e já que existe uma miríade de alternativas a um clique de distância, será que vale efectivamente a pena poupar?

A sua imagem deve funcionar como uma verdadeira “visita virtual”, idealmente o mais fidedigna possível da realidade, devendo incluir três elementos básicos: o local [geografia], o Hotel e os serviços. Os níveis de prioridade podem variar, mas o mesmo está diretamente relacionado com a definição daqueles que são considerados os grupos-alvo e a estratégia digital.

night-dark-hotel-luxuryPor exemplo, um Hotel no Algarve em teoria irá destacar o cenário idílico e as paisagens, de seguida o Hotel em si e por último os seus serviços; já um Hotel localizado no Centro de Lisboa deverá focar a sua atenção nos elementos verdadeiramente diferenciadores e na componente de serviço, seguido do Hotel em si e em último lugar na localização geográfica.

Estas são de forma breve algumas das razões pelas quais sugerimos a utilização de imagens visualmente ricas e vívidas, que devem espelhar o carácter e personalidade do Hotel de forma clara e imediata, expondo a sua “magia” e deixando o turista entregue à sua imaginação.

EM RESUMO, IMAGEM VENDE E VENDERÁ SEMPRE, NÃO DUVIDE DO MESMO.

Bruno Santos
Account Manager | HDS – Hotel Digital Strategy
bruno@hoteldigitalstrategy.com

Bruno Santos

 

No comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.